26/05/2009

meu próprio rastro


Você enxerga o cristal intacto, mas ele esta despedaçado no chão..
Meu sorriso robótico, e minhas doces palavras ensaiadas,
Tenho me sentido muito triste, mas não consigo encontrar uma saída, não tenho ninguem pra conversar, queria que alguem visse nos meus olhos o que há dentro de mim, mas isso não é possível.. Porque sou assim?
A culpa só pode ser minha, mas não sei no que estou errando
Me disseram que não seria fácil, mas não imaginei que seria tão dificil assim..
Caro transeunte, se passar por mim nessas perdidas estradas, não tente entender oque sinto, porque eu mesma ainda não pude descobrir de fato onde bate meu coração, ou onde o pote de ouro se esconde..
Sou Incógnita, e não permito que desvendem meu segredo (...)
Tarde demais, abriram a porta, Ele tem a chave mas não quer devolver.

2 comentários:

Fernanda Moraes disse...

Ahh lindo,Ká.O caminho é longo e a jornada dura,mas um dia ele chega e de quebra parece,sim,um pote de ouro!

Ahh...Line. disse...

ôh kah... que coisa não...