25/01/2009

a prisão que é liberdade

Eu tento,mas é tão vão
arrancar do pulso a algema,a intransição do verbo solidão
quem diria?
cárcere,nostalgia..notas musicais afetam ,inebriam
cansaço espiritual
gritos invasivos..
( se Eu errei,me deixe tentar novamente..)
interrompe minha inspiração,roubando minha atenção

só ela,ela só e mais ninguem
a musica me acolhe,me aconselha,me entende,me abriga
a musica diz o sentir que meu coração se intidima em deixar transparecer.

3 comentários:

Jóta disse...

Mais um prêmio pra ti em http://umserassim.blogspot.com/
Abraços

Evandro disse...

Penso às vezes que a música é um meio de fugir da realidade [ou alienar-se por contuedo que ela tenha], afinal nós alegremas, nos apaixonamos etc com os mais variados tipos de sons...

Fernanda Moraes disse...

"Olho por olho e o mundo acaba cego...Algemas de ouro são pior que algemas de ferro!"